terça-feira, 8 de abril de 2008

Mulher de Verdade

Lilian Lobato

Lenço com estampa de onça, anéis nos dedos, um sorriso no rosto. Essa não é a imagem que se espera de Amélia, e apesar de cantar e tocar essa melodia, Dona Jandira é bem diferente dela, principalmente no quesito vaidade. A alagoana, de família de músicos, canta desde os quatro anos, mas não seguiu a carreira de cantora, muito pelo preconceito da época. Hoje, aos 69 anos, Dona Jandira se define como decidida e audaciosa, mulher de verdade, tem três anos de carreira e prepara-se para lançar o primeiro CD.

2 Comentários:

Blogger Geane Alzamora disse...

Acho que o perfil se distancia do recorte cultural proposto. Além disso, o lead não convence sobre a suposta ´força´ do personagem (´nada mais nada menos´ que presidente duas vezes de uma associação de bairro???). O planejamento hipertextual e multimidiático é tímido (hipertexto?).
Geane

17 de abril de 2008 11:33  
Blogger Geane Alzamora disse...

Ei Lilian,
você apagou o perfil anterior e manteve meu comentário??? Bom, esse perfil está, sem dúvidas, muito melhor que o anterior. A pauta é boa e a personagem é convicente. O texto, entretanto, é excessivamente informativo e nada experimenta em termos de hipertextualidade. Mas acho que melhorou bastante!
Geane

7 de maio de 2008 21:29  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial