quarta-feira, 26 de março de 2008

Por trás das cortinas

Maíra Lobato e Patrícia Vilela

Ela chama a gente de madame, mas quem conhece Alzira sabe que a madame é ela. Sempre muito elegante e de bem com a vida, Alzira já trabalhou perto dos maiores artistas que já passaram pela cidade. “Alguns são metidos e nem dão conversa pra gente, mas na hora do aperto, a camareira é a primeira pessoa que eles lembram”, conta.

6 Comentários:

Blogger fyotte disse...

Achei interessante as histórias da personagem. Porém ficou um pouco longo o texto.

28 de março de 2008 17:23  
Blogger Marita disse...

Como é interessante conhecermos as histórias daqueles que não vemos no palco mas que fazem o espetáculo acontecer. Quantas "Alziras" existem por ai? Muito bom texto, parabéns.

30 de março de 2008 22:51  
Blogger Marita disse...

Gostei muito da reportagem. Achei um pouco longa, mas como falar de tantas coisas em um espaço menor? Seria interessante se D. Alzira narrasse também algo com relação ao que causaria assombro por exemplo. Parabéns Patrícia e Maíra.
Lúcia

30 de março de 2008 23:12  
Blogger mayra disse...

O personagem é muito interessante e gostei das intervenções com os diálogos. Contudo, achei o texto um pouco grande, talvez poderia ter um video com a Alzira contando uma de suas histórias, o que poderia tirar um pouco do peso do texto.

31 de março de 2008 13:54  
Blogger cristiano disse...

Muito interessante a personagem, mas concordo que o texto ficou grande.

1 de abril de 2008 16:02  
Blogger Geane Alzamora disse...

Alzira é um personagem fantástico! As histórias são ótimas e o texto de vocês é leve e delicado. Mas faltou revisão (algumas palavras em excesso, outras que faltam...). E onde estão os hipertextos??? Parece um perfil para ser impresso! Nada de multimidialidade????
Geane

2 de abril de 2008 18:23  

Postar um comentário

Assinar Postar comentários [Atom]

<< Página inicial